Swizz Beatz e Timbaland exigem pagamento pela venda da Verzuz


Swizz Beatz e Timbaland venderam sua série Verzuz para Triller em 2021 e, hoje, a dupla entrou com uma ação alegando que a empresa ainda lhes deve US$ 28 milhões. Na denúncia, os advogados da dupla alegam que a Triller não respondeu aos pedidos de pagamento e inadimpliu repetidamente as obrigações de pagamento.

O processo alega que a dupla recebeu pagamentos em dinheiro em janeiro e abril de 2021, mas um pagamento subsequente devido em janeiro de 2022 nunca chegou. Seus advogados alegam na ação que um novo plano de pagamento foi acordado, mas os pagamentos prometidos em março deste ano e todos os meses subsequentes não foram cumpridos.

Quando a notícia da venda para Triller foi anunciada, Swizz Beatz e Timbaland anunciaram que uma parte de seu patrimônio em Triller e Verzuz iria para todos os artistas que haviam participado anteriormente de Verzuz, incluindo DMX, Alicia Keys, 2 Chainz, Rick Ross, Gucci Mane, Jeezy, RZA, Nelly, Brandy, Monica, Gladys Knight, T-Pain, Lil Jon, Erykah Badu, Jill Scott e D’Angelo.

Triller ganhou as manchetes quando o Universal Music Group anunciou que retiraria seu catálogo do aplicativo de vídeo de formato curto devido a uma disputa de royalties. As músicas foram restauradas em poucos meses. O serviço gerou polêmica sobre supostos pagamentos em atraso aos combatentes. Um recente Washington Post artigo delineou alegações de pagamentos inconsistentes a influenciadores negros, que Triller negou.



Fonte: Zona Suburbana.

Comentários Facebook