Sotam é convidado para remix de “202” após roupagem de trap funk estourar no TikTok


Como uma importante catapulta para os lançamentos musicais da atualidade, o TikTok tem alavancado artistas que transitam entre o alternativo e o mainstream. Na última semana, Kweller e Enzo Cello, nomes do Trap, divulgaram a faixa “202”, que também ganhou uma versão speed. Ambas as faixas somam mais de 1.5 milhões de streams.

Após os lançamentos, o artista Sotam, também do universo do Trap e R&B, disponibilizou no TikTok uma versão que traz elementos de funk no refrão, de forma orgânica, e foi convidado pelos artistas a lançar oficialmente. A versão alcançou milhares de pessoas e chegou a importantes influenciadores da rede, como Vivi (12.4 milhões de seguidores), Ju Mazzocco (7.6 milhões), Tiago Souza (4.4 milhões), entre outros.

Fiquei muito feliz com o convite para essa versão, principalmente pelo fato de ter acompanhado todo o processo do viral nas redes sociais e por Kweller e o Enzo Cello serem parte do meu grupo de amigos. Quando postei o vídeo já imaginava que as pessoas iriam gostar, porque achei incrível, e realmente estava certo”, conta Sotam.

Sobre o processo entre o convite e a gravação do remix, Sotam comenta: “Tudo aconteceu em menos de uma semana. Três dias após o começo do viral eu já sabia que iria fazer o remix com eles e já tínhamos uma ideia, mas só conseguimos concretizar por conta de um acaso, nessa mesma semana o Donatto estava em São Paulo e foi até o estúdio nos fazer uma visita. Chegando lá, contamos para ele o que estava acontecendo e ele, como um produtor incrível, fez o remix tomar a melhor forma possível dentro da ideia que tivemos. No mesmo dia também postamos no tiktok o remix que também viralizou como prévia. Foi tudo muito rápido!”, completa.

O vídeo em que os artistas divulgam uma prévia da versão remix chegou, no perfil de Sotam, a mais de 235 mil visualizações, em que diversos usuários pedem, nos comentários, que a música seja lançada nas plataformas digitais. A faixa chegaou ao YouTube e já está disponível nas plataformas digitais.



Fonte: Zona Suburbana.

Comentários Facebook