Pianista afrofuturista, Jonathan Ferr lança single “Lá Fora” com Zudizilla e Coruja BC1


O jazz nacional está prestes a ganhar mais um importante capítulo. Tido como um dos principais nomes do gênero instrumental contemporâneo, o pianista afrofuturista (por convicção) e carioca (de nascença) Jonathan Ferr lança nesta sexta-feira – pelo selo slap, da Som Livre – (26) seu novo single “Lá Fora” – ouça aqui. A faixa, que é a primeira de seu próximo álbum (“Liberdade”, com previsão de lançamento ainda para este ano), aposta na conexão com o gênero urbano para além do jazz, e traz como participações especiais os rappers Coruja BC1 e Zudizilla. “Lá Fora” chega ainda com um videoclipe, que conta com a presença dos três artistas.

Precursor do urban jazz no Brasil – um braço do gênero musical com uma pegada mais pop, que mistura elementos de hip hop, R&B e outros ritmos, resultado em um jazz mais urbano e popular, Ferr apresenta em “Lá Fora” (que tem produção assinada pelo beatmaker Lossio) uma sonoridade boombap misturada aos acordes do piano. Com Zudizilla e Coruja BC1 protagonizando os vocais da faixa, o resultado é um ‘jazz mais urban’ do que nunca, tanto pela presença dos rappers enquanto representantes da música urbana, quanto pela estética musical híbrida.

Sobre a parceria com Zudizilla e Coruja, o pianista conta: “Cada um escreveu a sua própria rima e acabamos por pensar no refrão juntos. Essa música é o resultado de uma troca profunda entre os envolvidos, ainda mais se tratando de um feat. Quando os meninos toparam a parceria, a primeira coisa que eu fiz foi chamá-los pra tomar uma cerveja, pra que todos pudéssemos nos conectar ainda mais, para que a faixa tivesse algo robusto e verdadeiro. É nesse tipo de conexão que acredito.

Como tudo no consistente trabalho de Jonathan Ferr, a escolha de “Lá Fora” como single de seu próximo álbum é repleta de significado. Apesar da mistura quase homogênea entre o jazz e o hip hop, os ouvintes mais atentos vão identificar na nova faixa um dos pilares do álbum do pianista: o ‘auto-sampleamento’, uma vez que “Lá Fora” é o sample de “Chuva”, track de seu álbum anterior, “Cura”. “O nome do meu novo álbum, ‘Liberdade’, dá todo o significado deste novo trabalho, e passa por diferentes camadas. É ser livre tanto no ato de samplear a mim mesmo – sendo o sample um tema às vezes tão controverso e polêmico na indústria musical -, quanto nas misturas sonoras, em que eu estou buscando um lugar fora dos estereótipos do que é jazz e do que é rap”, conta o artista, admitindo que um dos seus objetivos é provocar o ouvinte, fazendo ruir os limites entre jazz, hip hop e R&B.

Por sua vez, sobre a escolha de “Chuva” como primeira faixa a ser sampleada – outras do álbum “Cura” também serão para novas faixas em “Liberdade”, Jonathan arremata: “Eu queira fazer de cara essa relação com o Hip-Hop, dando o tom exato do que estar por vir no disco. “Lá Fora” deixa essa nova estética muito evidente, mostrando de cara o que as pessoas podem esperar de ‘Liberdade’”, conclui o artista sobre o próximo projeto.



Fonte: Zona Suburbana.

Comentários Facebook