FBC e VHOOR recebem disco de ouro por “Baile”


Na última terça-feira (26), os artistas FBC e VHOOR estiveram no escritório da ONErpm em São Paulo para receber a placa de disco de ouro, em comemoração aos 26 milhões de execuções do álbum “Baile”.

O projeto retrata a década de 90, quando os raps e melôs evidenciavam o cotidiano dos moradores dos subúrbios, abordando temas como a violência e a criminalização de seus jovens. Nesse momento, o hip hop produzido inicialmente nos Estados Unidos é nacionalizado, ressignificado e disseminado como o funk carioca.

Criado nas batalhas de rima de Belo Horizonte, FBC é um artista com 16 anos de vivência no hip hop. Alcançou notoriedade nacionalmente com o “Poetas no Topo”, seguido pelo lançamento do seu primeiro álbum de estúdio “S.C.A.”, eleito um dos 5 melhores álbuns brasileiros de 2018. Produzido em 2019 pelo multi-instrumentista Go Dassisti, “PADRIM”, segundo trabalho de FBC, alcançou o disco de ouro em 2021.

“A última vez que vim ao escritório da ONErpm, estávamos finalizando ‘Baile’, e disse que logo voltaria para buscar mais essa placa, e aqui estamos. É claro que tínhamos um objetivo claro, mas confesso que o disco superou nossas expectativas”, destacou o artista.

VHOOR, é um dos beatmakers mais originais do Brasil, misturando música eletrônica com elementos do funk e percussão afro-latina. Recentemente, ganhou reconhecimento na cena urbana brasileira, produzindo instrumentais para os principais artistas do grime e do drill, como EP “Outro Rolê”, com FBC, as principais faixas dos álbuns “Esculpido a Machado” e “40o.40”, dos cariocas LEALL e SD9.

“O apoio do público e da ONErpm nesse projeto foi incrível, ainda rolou a versão instrumental do disco também que tem tido uma repercussão e números bem legais para nós. Quem sabe logo não voltamos aqui para pegar mais uma”, brincou VHOOR.

Comentários Facebook