Com dois novos lançamentos, Mano Red eleva o tom político de seu repertório; ouça “Fábrica de Mariguellas”


Mano Red, rapper campineiro, lança no dia 23 de agosto o single “Fábrica de Mariguellas” (ouça nas plataformas digitais), oito dias depois faz outro lançamento, desta vem com a música “Pra Rua” (faça pré-save). As composições, que fazem parte do Movimento Inversão da Ostentação, foram produzidas por Eliezer Oliveira, no Atman Audio Studio, em Campinas. Com estes dois lançamentos, o rapper eleva o tom político em seu repertório e chama a atenção para a necessidade urgente de mobilização social.

O Movimento Inversão da Ostentação surgiu de um debate entre músicos do hip hop na região de Campinas (conhecida popularmente no rap como 019), no qual Mano Red convida outros rappers para parcerias, para musicas com temas mais voltados à reflexão da vida em sociedade. O convidado da vez é o artista Márcio Rap, cantor e compositor de Sumaré.

Com letra de Márcio Rap, do conhecido grupo A Família, “Fábrica de Mariguellas” rememora a influência revolucionária do político e guerrilheiro comunista, morto em 1969, em uma emboscada tramada por agentes da Ditadura Militar. O single conta com a parceria dos artistas GOR Dj e Shibata.

Gostei muito da letra do Márcio Rap sobre o Marighella, a identificação foi instantânea, sempre quis homenageá-lo em alguma música, essa foi a hora perfeita, pois,  no momento triste que o Brasil passa, precisamos de muita luta e união da periferia”, aponta Mano Red.

Márcio Rap, afirma que inspirou-se no fluxo de parceria de produções musicais entre artistas urbanos e na política como tema de muitas composições. “O tema Política é sempre abordado e as verdadeiras informações são compartilhadas fazendo nascer Marighellas dispostos a lutar por um Brasil melhor”. 

 A parceria de Márcio Rap com Mano Red veio depois de um encontro em um evento no Atman Audio Studio, do produtor Eliezer Oliveira, em Campinas. “Mano Red no nosso primeiro encontro já deixou claro o posicionamento político e uma certa radicalidade com o atual governo e isso me chamou a atenção, algum tempo depois ele fez o convite para a parceria. Aceitei o convite e comentei com o Gor DJ e com o Shibata e estendi o convite, pois achava importante a participação deles nessa construção”, relembra.

Foi uma honra trabalhar com o Márcio Rap, é um artista com uma história incrível no Hip Hop. Na produção rolou uma troca de conhecimentos muito rica entre nós produtores, a vibe no estúdio foi surreal de tão boa que foi, a música Fábrica de Marighellas tem muito de cada produtor”, comemora Eliezer Oliveira.

Enquanto “Fábrica de Marguellas” é uma ode a um tempo de mudança, “Pra Rua” é um convite para que as pessoas combatam o fascismo nas urnas.



Fonte: Zona Suburbana.

Comentários Facebook