Adriana Barbosa é entrevistada por Emicida no Chamaê


Um ditado popular antigo diz “uma andorinha sozinha não faz verão”. Quando se fala de qualquer movimento que promova alguma transformação, existe algo comum entre eles: a coletividade. E coletividade é uma palavra que tem significado especial para Adriana Barbosa, empreendedora entrevistada no terceiro episódio do Chamaê, podcast do Nubank com Emicida

Eu não consigo pensar se não for em comunidade, se não for em rede”, diz ela. Adriana é criadora da Feira Preta, maior festival de cultura afro da América Latina; da PretaHub, uma plataforma de criatividade, inventividade e tendências negras; e da Casa PretaHub, um espaço de economia colaborativa com cunho econômico e cultural, de difusão e preservação artística da cultura negra. 



Fonte: Zona Suburbana.

Comentários Facebook